segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Tocando em Tocantins

Banda de Música da PMTO: Subtenentes

Adicionar imagem
Policiais Militares de serviço no Terminal Rodoviário de Palmas

Após viagem que iniciou no sábado, dia 15/10, às três da tarde, em Macapá, chegando uma hora depois ao aeroporto de Belém/PA, segui de ônibus às 23h59 para Araguaína/TO e no domingo as 13h30 chegava ao 21º Estado visitado no Projeto Polícias Militares do Brasil.

Na segunda-feira pela manhã fui ao 2º Batalhão, conversei com alguns companheiros e também com o comandante da Unidade, Tenente Coronel Carlos.

Meia noite segui para Palmas aonde cheguei na manhã da terça-feira.

Fui para o Quartel do Comando Geral e lá conversei com o Coronel PM Gadelha, Subcomandante da PM, que habitualmente chamam de “CHEM”, que significa Chefe do Estado Maior.

De boa conversa e demonstrando muito conhecimento sobre a história do Estado do Tocantins, nas questões política e econômica, o Coronel Gadelha tem uma particularidade, foi Aspirante do Centro de Preparação de Oficiais da Reserva - CPOR, depois ingressou na PM do Rio Grande do Norte, onde também foi Aspirante, e com a criação do novo Estado, decidiu vir para o Tocantins, onde reiniciou a sua carreira, chegando ao status atual.

No dia seguinte visitei a Banda de Música da PMTO. Lá descobri duas curiosidades. A primeira, exceto os maestros, todos os músicos são Subtenentes.

A outra foi conhecer a família Dourado, de oito irmãos, todos músicos, dos quais cinco resolveram prestar concurso para a Banda de Música e foram aprovados.

Para finalizar, por volta das 16h00 visitei o Comandante Geral, Coronel Marielton e duas hora depois já estava no ônibus, rumo a Brasília.



Policiais Militares de Araguaína/TO

Ten Cel Carlos, Comandante do Batalhão de Araguaína/TO

Cel Gadelha, Chefe do Estado Maior

Família Dourado

Um comentário:

  1. Olá. Procuro fotos do ex delegado de araguaina Izidio.

    ResponderExcluir